terça-feira, 27 de agosto de 2013

Atividades para transposição

22 de agosto - folclore

Cálculo mental - 2º ano


http://2.bp.blogspot.com/_DQwL36aINq0/SoWpSqYU6hI/AAAAAAAAJBE/WHuXjDLmOBY/s1600/claralibe.jpg

Mais divisões para lição de casa

aa) 165 : 3 =
bb) 156 : 6 =
cc) 192 : 3 =
dd) 265 : 5 =
ee) 172 : 2 =
ff) 495 : 5 =
gg) 197 : 2 =
hh) 146 : 3 =
ii) 137 : 3 =
jj) 337 : 4 =
kk) 398 : 4 =
ll) 175 : 2 =
mm) 269 : 3 =
nn) 297 : 4 =


III) Agora arme e efetue em seu caderno sabendo que deverá ter como resposta três algarismos no quociente.

a) 693 : 3 =
b) 964 : 4 =
c) 666 : 6 =
d) 556 : 2 =
e) 936 : 4 =
f) 732 : 4 =
g) 932 : 5 =
h) 686 : 3 =
i) 973 : 2 =
j) 1065 : 5 =
k) 1736 : 4 =
l) 1538 : 2 =
m) 1923 : 3 =
n) 1946 : 3 =
o) 1359 : 4 =
p) 1786 : 4 =
q) 2632 : 3 =
r) 2212 : 3 =
s) 1738 : 4 =
t) 2356 : 5 =



IV) Arme e efetue as divisões, sabendo que há zero no final do dividendo e no quociente.


a) 30 : 3 =
b) 50 : 5 =
c) 20 : 2 =
d) 70 : 7 =
e) 60 : 3 =
f) 90 : 3 =
g) 40 : 2 =
h) 80 : 2 =
i) 120 : 4 =
j) 150 : 5 =
k) 180 : 2 =
l) 360 : 3 =
m) 690 : 3 =
n) 280 : 2 =
o) 390 : 3 =
p) 480 : 4 =
q) 400 : 4 =
r) 1650 : 5 =
s) 7240 : 2 =
t) 5180 : 2 =
u) 1350 : 5 =
v) 1200 : 2
w) 3000 : 5 =
x) 4200 : 6 =
y) 2400 : 4 =
z) 4800 : 6 =

a) 1600 : 4 =
b) 2500 : 5 =
c) 5400 : 6 =
d) 1800 : 3 =



V) Nestas divisões aparece o zero intercalado no dividendo, continue armando e efetuando as divisões em seu caderno.


a) 805 : 3 =
b) 307 : 3 =
c) 209 : 2 =
d) 605 : 5 =
e) 807 : 3 =
f) 304 : 2 =
g) 702 : 3 =
h) 104 : 4 =
i) 2202 : 6 =
j) 4085 : 5 =
k) 5508 : 6 =
l) 3055 : 5 =
m) 1902 : 2 =
n) 3066 : 6 =
o) 1909 : 2 =
p) 2706 : 4 =
q) 8038 : 3 =
r) 1306 : 4 =
s) 1073 : 2 =
t) 1094 : 5 =
u) 2064 : 5 =

Divisões para lição de casa - 3º ano

a) 18 : 6 =
b) 27 : 9 =
c) 21 : 7 =
d) 24 : 8 =
e) 30 : 6 =
f) 36 : 9 =
g) 24 : 6 =
h) 40 : 5 =
i) 48 : 8 =
j) 100 : 5 =
k) 42 : 7 =
l) 70 : 7 =
m) 54 : 6=
n) 40 : 8 =
o) 16 : 4 =
p) 35 : 7 =
q) 90 : 3 =
r) 54 : 9 =
s) 81 : 9 =
t) 90 : 9 =
u) 28 : 7 =
v) 40 : 5 =
w) 45 : 9 =
x) 21 : 3 =
y) 16 : 2 =
z) 25 : 5 =


a) 93 : 3 =
b) 42 : 2 =
c) 68 : 3 =
d) 97 : 3 =
e) 87 : 4 =
f) 95 : 3 =
g) 53 : 2 =
h) 96 : 4 =
i) 76 : 3 =
j) 47 : 3 =
k) 186 : 3 =
l) 324 : 4 =
m) 164 : 2 =
n) 255 : 5 =
o) 124 : 4 =
p) 248 : 4 =
q) 153 : 3 =
r) 148 : 2 =
s) 127 : 3 =
t) 169 : 2 =
u) 206 : 4 =
v) 189 : 6 =
w) 143 : 2 =
x) 176 : 2 =

Texto para divertir -O que é um churrasco?

O que é um Churrasco? (Escrito por uma mulher)


O churrasco é a única coisa que um homem sabe cozinhar, e quando um homem se propõe a realizá-lo, ocorre à seguinte cadeia de acontecimentos:

01 – A mulher vai ao supermercado comprar o que é necessário

02 - A mulher prepara a salada, arroz, farofa, vinagrete e a sobremesa.

03 - A mulher tempera a carne e a coloca numa bandeja com os talheres necessários, enquanto o homem está deitado próximo à churrasqueira, bebendo uma cerveja.

04 - O homem coloca a carne no fogo.

05 - A mulher vai para dentro de casa para preparar a mesa e verificar o cozimento dos legumes.

06 - A mulher diz ao marido que a carne está queimando.

07 - O homem tira a carne do fogo.

08 - A mulher arranja os pratos e os põe na mesa.

09 - Após a refeição, a mulher traz a sobremesa e lava a louça.

10 - O homem pergunta à mulher se ela apreciou não ter que cozinhar e, diante do ar aborrecido da mulher, conclui que elas nunca estão satisfeitas....

DIREITO DE RESPOSTA (Escrito por um homem)

01 - Nenhum churrasqueiro, em sã consciência, iria pedir à mulher para fazer as compras para um churrasco, pois ela iria trazer cerveja Kaiser, um monte de bifes, asas de frango e uma peça de picanha de 4,8 kg que o açougueiro disse ser ‘Ótima', pois não conseguiu empurrar para nenhum homem.

02 - Salada, arroz, farofa, vinagrete e a sobremesa, ela prepara só para as mulheres comerem. Homem só come carne e toma cerveja.

03 - Bandeja com talheres? Só se for para elas. Homem que é homem, come churrasco como tira-gosto e belisca com a mão!

04 - Colocar a carne no fogo??? Tá louca??? A carne tem que ir para a grelha ou para um espeto que, a propósito, tem que ser virado a toda hora.

05 - Legumes??? Como eu já disse, só as mulheres comem isso num churrasco.

06 - Carne queimando??? O homem só deixa a carne queimar quando a mulherada reclama: 'Não gosto de carne sangrando'; 'Isto está muito cru'; 'tá viva??'. Após a décima vez que você oferece o mesmo pedaço que estava ao ponto uma hora antes, elas acabam comendo a carne tão macia quanto o espeto e tão suculenta quanto um pedaço de carvão.

07 - Pratos? Só se for para elas mesmas!

08 - Sobremesa? Só se for mais uma Skol.

09 - Lavar louça? Só usei meus dedos!!! (e limpei na bermuda).

Realmente, as mulheres nunca vão entender o que é um churrasco!!!
Fernando Veríssimo


retirado: http://proportoseguro.blogspot.com.br/search/label/Cruzadinhas

Os sonhos que desejo para ti

Texto de Aluísio Cavalcante Jr.

Os sonhos que desejo para ti

Olho para ti com olhos de esperança,
E te desejo duas certezas que trago comigo.

A primeira:
Que nunca descuides dos teus sonhos individuais.
Com eles construirás uma família.
Aprenderás a estudar para ser feliz e não apenas ganhar dinheiro.
Cuidarás da essência de ser feliz.

A segunda:
Que nunca descuides dos teus sonhos coletivos:
Com eles construirás um País.
Aprenderás a estudar para fazer feliz e não apenas gerar riquezas.
Cuidarás da essência do fazer solidário.

Hoje sei que não podemos ser felizes com apenas um dos sonhos.
Sonhos servem para inspirar sonhos.
Para inspirar vidas.
Para justificar os sentimentos que nos tornam humanos.
Sem a união destes dois sonhos,
Tudo fica sem sentido.
E a vida perde o brilho de ser vida.

Fonte: 
http://meustrabalhospedagogicos.blogspot.com/

Tangolomango - Brincadeira folclórica

 Tangolomango


Era uma velha que tinha nove filhas;
foram todas fazer biscoito.
Deu o tangoronomango numa delas
e das nove ficaram oito.

Essas oito, meu bem, que ficaram,
foram todas jogar confete.
Deu o tangoronomango numa delas

e das oito ficaram sete.

Essas sete, meu bem, que ficaram, 
foram todas aprender francês. 
Deu o tangoronomango numa delas 

e das sete ficaram seis.

Essas seis, meu bem, que ficaram, 

foram todas comprar um brinco. 
Deu o tangoronomango numa delas 
e das seis ficaram cinco.


Essas cinco, meu bem, que ficaram, 

foram todas pintar um quadro. 
Deu o tangoronomango numa delas 
e das cinco ficaram quatro.

Essas quatro, meu bem, que ficaram, 

foram todas jogar xadrêz. 
Deu o tangoronomango numa delas 
e das quatro ficaram três.

Essas três, meu bem, que ficaram, 

foram todas correr às ruas.
Deu o tangoronomango numa delas 
e das três ficaram duas.

Essas duas, meu bem, que ficaram, 

foram ambas pra Inhaúma. 
Deu o tangoronomango numa delas 
e das duas ficou só uma.

Essa uma, meu bem, que ficou,
foi parar na correção.
Deu o tangoronomango ali nela
e acabou-se a geração.

Texto científico Jacaré

REINO: ANIMÁLIA
FILO: CHORDATA
CLASSE: REPTILIA
ORDEM: CROCOLYLIA
FAMÍLIA: ALLIGATORIDAE


OS JACARÉS SÃO RÉPTEIS CARNÍVOROS MUITO SEMELHANTES AO CROCODILO. O QUE OS DIFERENCIA É QUE OS JACARÉS POSSUEM A CABEÇA MAIS CURTA E LARGA E TAMBÉM POSSUI MEMBRANAS INTERDIGITAIS NOS POLEGARES TRASEIROS. PODEM PESAR ATÉ 80 KG E ATINGIR 5M DE COMPRIMENTO.
POSSUI CERCA DE 80 DENTES, MAS SÓ OS USA QUANDO A PRESA É GRANDE, POIS SEGURA A PRESA E SACODE ATÉ QUE SE DESPEDACE. QUANDO A PRESA É PEQUENA, O JACARÉ APENAS ENGOLE. HÁ NO BRASIL CINCO ESPÉCIES DE JACARÉS ESPALHADAS EM VÁRIAS REGIÕES.
DURANTE O DIA OS JACARÉS SE JUNTAM EM BANDOS PARA TOMAR SOL E SAEM À NOITE PARA CAÇAR. NORMALMENTE A CAÇA É FEITA DENTRO D’ÁGUA. ALIMENTAM-SE DE PEIXES, AVES, MOLUSCOS E PEQUENOS MAMÍFEROS QUE FICAM NAS MARGENS DOS RIOS.
PARA REPRODUZIR, O JACARÉ CURVA O CORPO COM A CAUDA PARA BAIXO DA FÊMEA ATÉ ENCOSTAR A COACLA NA DELA. AS FÊMEAS PÕEM SEUS OVOS NAS MARGENS DOS RIOS USANDO FOLHAS SOLTAS PARA ESCONDER O NINHO. OS JACARÉS ATACAM O HOMEM QUANDO SENTEM QUE SEU NINHO ESTÁ AMEAÇADO. OS FILHOTES, APÓS APROXIMADAMENTE 80 DIAS, NASCEM PARECIDOS COM OS PAIS, PORÉM COM 25 CM DE COMPRIMENTO. CHEGAM À FASE ADULTA AOS CINCO ANOS DE IDADE ONDE TERÁ APROXIMADAMENTE 1,8M DE COMPRIMENTO.



Textos para reflexão

 Voe cada vez mais alto

Um jovem piloto experimentava um monomotor muito frágil, uma daquelas sucatas usadas na segunda guerra mundial, mas que ainda tinha condições de voar.
Ao levantar vôo, ouviu um ruído vindo debaixo de seu assento. Era um rato que roia uma das mangueiras que dava sustentação para o avião permanecer nas alturas.
Preocupado, pensou em retornar ao aeroporto para se livrar do seu incômodo e perigoso passageiro, mas lembrou-se de que devido à altura o rato logo morreria sufocado.
Então voou cada vez mais alto e notou que os ruídos que estavam colocando em risco sua viagem tinham acabado, conseguindo assim fazer sua arrojada aventura ao redor do mundo, que era seu grande sonho…

Se alguém ameaçá-lo, voe cada vez mais alto
Se alguém criticá-lo, voe cada vez mais alto
Se alguém tentar destruí-lo por inveja e fofocas, voe cada vez mais alto… e por fim,
Se alguém cometer alguma injustiça com você, voe cada vez mais alto… Sabe por quê?
Ameaçadores, críticos, invejosos e injustos são iguais aos “ratos” – não resistem às grandes alturas.


Duas pulgas diretoras estavam conversando e então uma comentou com a outra:
- Sabe qual é o nosso problema?
Nós não voamos, só sabemos saltar.
Daí nossa chance de sobrevivência quando somos percebidas pelo cachorro é zero.
É por isso que existem muito mais moscas do que pulgas.
Elas então decidiram contratar uma mosca para treinar todas as pulgas a voar e entraram num programa de treinamento de voo e saíram voando.
Passado algum tempo, a primeira pulga falou para a outra:
- Quer saber? Voar não é o suficiente, porque ficamos grudadas ao corpo do cachorro e nosso tempo de reação é bem menor do que a velocidade da coçada dele.
Temos de aprender a fazer como as abelhas, que sugam o néctar e levantam voo rapidamente.
Elas então contrataram uma abelha para lhes ensinar a técnica do chega-suga-voa.
Funcionou, mas não resolveu.
A primeira pulga explicou por quê:
- Nossa bolsa para armazenar sangue é pequena, por isso temos de ficar muito tempo sugando.
Escapar, a gente até escapa, mas não estamos nos alimentando direito.
Temos de aprender como os pernilongos fazem para se alimentar com aquela rapidez.
E então um pernilongo lhes prestou treinamento para incrementar o tamanho do abdômen.
Resolvido, mas por poucos minutos.
Como tinham ficado maiores, a aproximação delas era facilmente percebida pelo cachorro, e elas eram espantadas antes mesmo de pousar.
Foi aí que encontraram uma saltitante pulguinha, que lhes perguntou:
- Ué, vocês estão enormes! Fizeram plásticas?
- Não, entramos num longo programa de treinamento. Agora somos pulgas adaptadas aos desafios do século XXI. Voamos, picamos e podemos armazenar mais alimento.
- E por que é que estão com cara de famintas?
- Isso é temporário. Já estamos fazendo treinamento com um morcego, que vai nos ensinar a técnica do radar de modo a perceber, com antecedência, a vinda da pata do cachorro. E você?
- Ah, eu vou bem, obrigada. Forte e sadia.
Mas as pulgonas não quiseram dar a pata a torcer, e perguntaram à pulguinha:
- Mas você não está preocupada com o futuro?
Não pensou em um programa de treinamento, em uma reengenharia?
- Quem disse que não? Contratei uma lesma como consultora.
- Mas o que as lesmas têm a ver com pulgas, quiseram saber as pulgonas.
- Tudo. Eu tinha o mesmo problema que vocês duas. Mas, em vez de dizer para a lesma o que eu queria, deixei que ela avaliasse a situação e me sugerisse a melhor solução.
E ela passou três dias ali, quietinha, só observando o cachorro e então ela me disse:
“Não mude nada. Apenas sente na nuca do cachorro. É o único lugar que a pata dele não alcança.”

Moral da história:
Você não deve focar no problema e sim na solução.
Para ser mais eficiente é necessário estudar, analisar e não falar.
Muitas vezes, a GRANDE MUDANÇA é uma simples questão de reposicionamento, execução e praticidade.
Não queira complicar, seja prático e objetivo.

A arte de julgar os outros


  Eram dois vizinhos. Um deles comprou um coelho para os filhos. Os filhos do outro vizinho também quiseram um animal de estimação. E os pais desta família compraram um filhote de pastor alemão. Então começa uma conversa entre os dois vizinhos: 
- Ele vai comer o meu coelho! 
- De jeito nenhum. O meu pastor é filhote. Vão crescer juntos "pegar" amizade! 
E, parece que o dono do cão tinha razão. Juntos cresceram e se tornaram amigos. Era normal ver o coelho no quintal do cachorro e vice-versa. As crianças, felizes com os dois animais. Eis que o dono do coelho foi viajar no fim de semana com a família, e o coelho ficou sozinho. 
No domingo, à tarde, o dono do cachorro e a família tomavam um lanche tranqüilamente, quando, de repente, entra o pastor alemão com o coelho entre os dentes, imundo, sujo de terra e morto. Quase mataram o cachorro de tanto agredi-lo, o cão levou uma tremenda surra! Dizia o homem: 
- O vizinho estava certo, e agora? Só podia dar nisso! 
Mais algumas horas e os vizinhos iam chegar. E agora? Todos se olhavam. O cachorro, coitado, chorando lá fora, lambendo os seus ferimentos. 
- Já pensaram como vão ficar as crianças? 
Não se sabe exatamente quem teve a idéia, mas parecia infalível: 
- Vamos lavar o coelho, deixá-lo limpinho, depois a gente seca com o secador e o colocamos na sua casinha. E assim fizeram. 
Até perfume colocaram no animalzinho. Ficou lindo, parecia vivo, diziam as crianças. 
Logo depois eles ouvem os vizinhos chegarem. Notam os gritos das crianças. 
- Descobriram! 
Não passaram cinco minutos e o dono do coelho veio bater à porta, assustado. Parecia que tinha visto um fantasma. 
- O que foi? Que cara é essa? 
- O coelho, o coelho... 
- O que tem o coelho? 
- Morreu! 
- Morreu? Ainda hoje à tarde parecia tão bem. 
- Morreu na sexta-feira! 
- Na sexta? 
- Foi. Antes de viajarmos, as crianças o enterraram no fundo do quintal e agora reapareceu! 

A história termina aqui. O que aconteceu depois fica para a imaginação de cada um de nós. Mas o grande personagem desta história, sem dúvida alguma, é o cachorro. Imagine o coitado, desde sexta-feira procurando em vão pelo seu amigo de infância. Depois de muito farejar, descobre seu amigo coelho morto e enterrado. O que faz ele? Provavelmente com o coração partido, desenterra o amigo e vai mostrar para seus donos, imaginando o fizessem ressuscitá-lo. E o ser humano continua julgando os outros. 
Outra lição que podemos tirar desta história é que o homem tem a tendência de julgar os fatos sem antes verificar o que de fato aconteceu. Quantas vezes tiramos conclusões erradas das situações e nos achamos donos da verdade? Histórias como essa, são para pensarmos bem nas atitudes que tomamos. Às vezes fazemos o mesmo.





DEUS NUNCA ERRA !


Um rei que não acreditava na bondade de DEUS, tinha um servo que em todas as situações lhe dizia: 
- Meu rei, não desanime porque tudo que Deus faz é perfeito, Ele não erra! 
Um dia eles saíram para caçar e uma fera atacou o rei. O seu servo conseguiu matar o animal, mas não pôde evitar que sua majestade perdesse um dedo da mão. 
Furioso e sem mostrar gratidão por ter sido salvo, o nobre disse: 
- Deus é bom? Se Ele fosse bom eu não teria sido atacado e perdido o meu dedo. 
O servo apenas respondeu: 
- Meu Rei, apesar de todas essas coisas, só posso dizer-lhe que Deus é bom e ele sabe o porquê de todas as coisas. O que Deus faz é perfeito. Ele nunca erra! 
Indignado com a resposta, o rei mandou prender o seu servo.
Tempos depois, saiu para uma outra caçada e foi capturado por selvagens que faziam sacrifícios humanos. 
Já no altar, prontos para sacrificar o nobre, os selvagens perceberam que a vítima não tinha um dos dedos e soltaram-no: ele não era perfeito para ser oferecido aos deuses. 
Ao voltar para o palácio, mandou soltar o seu servo e recebeu-o muito afetuosamente. 
- Meu caro, Deus foi realmente bom comigo! Escapei de ser sacrificado pelos selvagens, justamente por não ter um dedo! Mas, tenho uma dúvida: Se Deus é tão bom, por que permitiu que você, que tanto o defende, fosse preso? 
- Meu rei, se eu tivesse ido com o senhor nessa caçada, teria sido sacrificado em seu lugar, pois não me falta dedo algum.


Muitas vezes nos queixamos da vida e das coisas aparentemente ruins que nos acontecem, esquecendo-nos que nada é por acaso e que tudo tem um propósito. Toda a manhã ofereça seu dia a Deus. Peça para Deus inspirar os seus pensamentos, guiar os seus atos, apaziguar os seus sentimentos. E nada tema, pois 

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Trava lingua com a letra B

Sequencia numérica d edez em dez


Trava lingua - O tatu

Trava lingua com a letra J


O Leão e o ratinho - Letra cursiva

O leão e o ratinho
Um leão, cansado de tanto caçar, dormia espichado debaixo da sombra de uma boa árvore. Vieram uns ratinhos passear por cima dele e ele acordou.
     Todos conseguiram fugir, menos um, que o leão prendeu debaixo da pata. Tanto o ratinho pediu e implorou que o leão desistiu de esmagá-lo e deixou que fosse embora.
Algum tempo depois o leão ficou preso na rede de uns caçadores. Não conseguindo se soltar, fazia a floresta tremer com seus urros de raiva.
Nisso, apareceu o ratinho, e, com seus dentes afiados, roeu as cordas e soltou o leão.
Moral: uma boa ação ganha a outra.
FÁBULA DE ESOPO. SÃO PAULO:
COMPANHIA DAS LETRINHAS, 1994, P. 3

http://files.colorir-desenhos.webnode.pt/system_preview_detail_200000825-51aa552945-public/le%C3%A3o%20e%20rato.jpg

Cruzadinha Legal


Roteiro de mostra de conteúdos

1ª mostra de conteúdos – 2/3º Anos- Agosto/2013


NARRADOR 1: Bom dia, SEJAM BEM VINDOS !! Hoje estamos aqui reunidos para apresentar um pouco dos conteúdos trabalhados no primeiro semestre de 2013

NARRADOR 2: É claro que não seria possível, em tão pouco tempo mostrar tudo o que aprendemos, sendo assim procuraremos transmitir um pouquinho das nossas  aprendizagens.

NARRADOR 1: Vamos começar com a disciplina de matemática:

NARRADOR 2:      Nessa disciplina aprendemos: situações problemas, as operações, tabuada, jogos matemáticos,  Sistema de numeração decimal, geometria e várias outras coisas.

NARRADOR 1: Para representar os conteúdos de matemática , vamos apresentar um problema de lógica ,

NARRADOR 2: Esse é um problema que tem por objetivos estimular o raciocínio, mas quem irá resolvê-lo , não somos nós e sim vocês senhores pais . Quem quer participar? Basta ir seguindo as pistas e ir encaixando-as no quadro.
Então vamos lá, preste atenção ...  Os demais pais também podem ajudar, tudo bem?


Thalita - ANA, RODOLFO, PATRICIA E JULIANO SÃO IRMÃOS E TÊM 4, 8, 11 E 13 ANOS. CADA IRMÃO CRIA UM ANIMAL DE ESTIMAÇÃO: CACHORRO, PEIXE, PAPAGAIO E TARTARUGA. OBSERVE OS NOMES QUE ELES ESCOLHERAM PARA OS ANIMAIS: PITUCA, FELIZ, BIRUTA E FOFO.
Cauan - DESCUBRA A IDADE, O NOME E O ANIMAL DE ESTIMAÇÃO DE CADA CRIANÇA E COMPLETE A TABELA DE ACORDO COM AS PISTAS.

1- PATRÍCIA É A IRMÃ MAIS VELHA. ELA É A DONA DO CACHORRO.
2- RODOLFO É O MAIS NOVO DOS IRMÃOS E TEM UM PEIXE QUE NÃO SE CHAMA FOFO
3- JULIANO É MAIS VELHO QUE RODOLFO E MAIS NOVO QUE PATRÍCIA.
4- JULIANO É O DONO DO BIRUTA. BIRUTA NÃO É A TARTARUGA
5- ANA É 4 ANOS MAIS VELHA QUE RODOLFO. SEU ANIMAL DE ESTIMAÇÃO CHAMA-SE FELIZ.
Narrador 1 e 2: ___________________ Muito obrigada, por colaborar
Vamos continuar...

Narrador 2: Também aprendemos a calcular e representar os números utilizando o material dourado, ele é composto pelas seguintes peças:
            O Cubinho que representa as unidades, cada um deles vale 1




A barrinha que representa uma dezena ou 10 unidades
A placa que vale 100 unidades, ou dez dezenas

 Nós aprendemos também a utilizar o ábaco para representar os números e entender o valor de cada um, de acordo com a posição que ocupam e aprendemos também a fazer contas com eles, como vocês verão a seguir:

NARRADOR 1         Agora os alunos:  Cauan_e  Thalitha, kaike e Ana Julia  iremos demonstrar como resolvem  as  adições : 297 + 173, mostrando que cada um deles tem a sua própria maneira de resolver as operações.

Ana Julia: No início do ano eu só sabia resolver pelo material dourado que é assim:

Cauan: Eu sei resolver pela decomposição, pelas flechas

Thalita : Eu sei resolver pela decomposição na base 10, que é assim:
Ana Julia:

Kaike: Nós também aprendemos a fazer a adição , utilizando o ábaco, que é assim:

Narrador 2: Ainda em matemática, nos conteúdos de geometria aprendemos sobre o Tangram,  que é um quebra cabeça chinês , composto por  7 peças: (1quadrado, 1paralelogramo, 2 triângulos grandes, 2 triângulos pequenos  e 1 triângulo médio) e com eles conseguimos formar inúmeras figuras, veja algumas delas:

Narrador  1: Ufaaaaaaaaa... quanta coisa... só em matemática, e ainda tem muito mais, só que o tempo é curto, sendo assim , não será possível mostrar tudo o que já aprendemos e ainda estamos aprendendo...
Ciências naturais
Narrador 2: Então vamos prosseguir com os conteúdos de  Ciências naturais
 Durante todo o primeiro semestre aprendemos em ciências sobre a água, suas características e importância.
Maria Vitória:  Eu aprendi que a água potável, própria para beber é insípida, isto é, não tem gosto, nem sabor.
Paula : Eu sei que a água é inodora, isso quer dizer que não tem cheiro.
Brenda: A água que nós bebemos é incolor, pois quando ela é pura, limpa, ela não tem cor
Emanoele:  Mas , não se enganem, nem toda água que parece ser limpa é própria para beber, só podemos beber água filtrada ou fervida, porque ela pode estar contaminada e causar várias doenças.
Joyce: Nós precisamos beber aproximadamente, 2 litros de água por dia, para repor a água que perdemos diariamente.
Kaike: Isso mesmo, nós perdemos água através da transpiração,  xixi, cocô, lágrimas, suor, saliva.
Thalita: O nosso corpo é composto de 71% de água,
Cauan: ela está presente no sangue, músculos, dentes, cérebro, pulmão, , coração, ossos enfim, por toda parte do nosso corpo
Narrador 2- Ana Julia:  Todos nós sabemos que sem água , não há vida ... e que precisamos cuidar para ela não faltar.  Sendo assim, nós iremos dar algumas dicas de como economizar a água e ajudar a preservar a vida no Planeta.
Dicas:
1-    Maria Vitória: o banho deve durar no máximo 5 minutos, nada de ficar cantando embaixo do chuveiro.
2-    Paula: Desligue o chuveiro ao se ensaboar, só ligue novamente, quando for se enxaguar
3-    Brenda: Ao ensaboar a louça, feche a torneira
4-    Emanoele: Feche a torneira ao escovar os dentes
5-    Joyce: ao esfregar as roupas, não deixe a torneira aberta
6-    Kaike: Verifique se as torneiras e descargas dos banheiros, se não estão pingando ou com vazamento.
7-    Thalita: use o regador para molhar as plantas e flores,
8-    Cauan: Reaproveite a água da máquina ou tanquinho para lavar o quintal
9-    Ana Julia: Nada de usar mangueira para lavar o carro, utilize um balde de água com um paninho
Todos:  Água ...sabendo usar, ela nunca vai faltar!!!
PORTUGUÊS

     Narrador 1- Nessa disciplina trabalhamos diversos gêneros textuais: Textos informativos, você sabia, cartas, anúncios, classificados, bilhetes, músicas, piadas , quadrinhas, , parlendas, contos, músicas, etc...
     Narrador 2: Agora vamos apresentar alguns desses textos pra vocês.

Ø  Texto informativo_ Você sabia sobre a  Anta ( todos)
Ø  Parlenda  Cadê – 
Ø  Quadrinhas : Ana Julia  e Paula
Ø  Conto : Os três cabritinhos
Ø  Música  Pombinha Branca: e balãozinho-
Ø  Poesia- O galo aluado ( todos)
Ø  Poesia: Sem Barra – 
Ø  Poesia Relâmpago -  
Ø  Poesia : A porta_ 
Ø  Fábula o leão e o ratinho

Narrador 1: Nossa , quanta coisa já aprendemos em português ....
Vamos apresentar agora Ciências Sociais
CIENCIAS SOCIAIS

Narrador 2: Aprendemos sobre nossa identidade, os diferentes tipos de famílias, que cada um tem seu jeito : seja pela cor, raça, religião, modo de se vestir e pelo próprio jeito de ser... mas que devemos respeitar uns aos outros e sermos respeitados, apesar das diferenças....
POESIA – JEITOS DIFERENTES
Narrador 1: E aprendemos principalmente que as crianças tem direitos!!! Vamos FINALIZAR ouvindo  a poesia

Direitos das crianças